Universidade do Estado do Rio de Janeiro

A Diretoria de Cooperação Internacional da UERJ recebeu hoje a visita da UiT The Arctic University of Norway (Noruega), estando presente a reunião por parte da UiT Prof. Wenche Jacobsten - Pró-Reitor para Educação e Astrid Elisabeth Revhaug - Senior Advisor e, pela UERJ, Profª Maria Georgina Muniz Washington - Vice-Reitora da UERJ, Profª Tania Maria de Castro Carvalho Netto (Sub-Reitora de Graduação), Prof. Egberto Gaspar de Moura (Sub-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa), Profª Lena Geise (Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Meio Ambiente), Prof. Alessandro Filippo (Vice-Diretor da Faculdade de Oceanografia), Profa Nely Palermo (assessora da DCI) e a estagiária Jéssica de Sousa Paiva. Foram discutidas possibilidades de colaborações nas diversas áreas de ensino e pesquisa.

Dia 26/09/2016 às 10h no auditório 11. Inscrições aqui.

O comitê franco-brasileiro de seleção se reuniu no dia 22 de julho de 2016 no Consulado Geral da França no Rio de Janeiro para apreciar as candidaturas para as cátedras no âmbito do programa de cooperação entre a Universidade de Estado do Rio de Janeiro e a Embaixada da França no Brasil.

05 cátedras de dois meses foram atribuídas para o ano 2016:

Bernard GUELTON: « Fictions, Images & Médias situés »

Stéphanie GASSE: « Curriculum et processus d’apprentissage en présentiel et à distance - Un regard croisé France-Brésil »

Florent ENGELMANN: « Criopreservação de plantas medicinais ocorrentes no estado do Rio de Janeiro utilizando as técnicas D e V crioplaca »

Jean-Claude DREHER: « Functional neuroimaging studies of Group and individual decision-making in humans »

Thierry RAMBAUD: « Le constitutionnalisme libéral à l’épreuve des régimes d’exception et d’urgence contemporains: regard français et comparatif »

A Diretoria de Cooperação Internacional da UERJ e o pólo científico do Consulado geral da França no Rio de Janeiro entrarão em contato diretamente com os professores escolhidos.

Em reunião extraordinária, a Comissão Avaliadora da UERJ para o Programa de Bolsas Ibero-Americanas Santander decidiu conceder ao aluno Allan Dominguez Strougo, do curso de Engenharia de Produção (FEN), a bolsa de estudos ABRUEM-Santander. 

A UERJ firmou convênio para a implantação do Programa de Bolsas Ibero-Americanas Santander, através da Diretoria de Cooperação Internacional (DCI), oferecendo 01 (uma) bolsa de estudo no valor de 3.000 euros para pagamento de hospedagem e despesas pessoais, aos estudantes da UERJ regularmente inscritos em cursos de graduação, durante um semestre de estudos.

Edital completo aqui e formulário de candidatura aqui.

 

                                                                

 

PROGRAMA 2016

 « CÁTEDRAS FRANCESAS NA UERJ »

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) em parceria com o Consulado geral da França no Rio de Janeiro, lança pelo terceiro ano consecutivo, o programa de cátedras a fim de receber professores ou pesquisadores de instituições francesas de ensino e de pesquisa no Rio de Janeiro.

 

Informações gerais:

Este programa permite receber 03 (três) professores ou pesquisadores de instituições francesas – de todas as disciplinas –  por uma duração superior a 60 dias e inferior a 120 dias.

Os candidatos selecionados receberão uma bolsa mensal da universidade brasileira parceira (no mesmo valor de um  salário de uma bolsa do Programa de Apoio a Pós-graduação e Pesquisa - Pesquisador (PAPP-Pesquisador) desta universidade, de acordo com a tabela de equivalência deste documento (anexo 1); a Embaixada da França financiará a passagem aérea de ida e volta (em classe econômica, com 2 bagagens registradas no check-in).

Critérios para as candidaturas : ser “Professeur des Universités”, “Maître de conférences”, “Chargé de recherche” ou “Directeur de recherche”. A habilitação para dirigir pesquisas (HDR) será considerada como um critério preferencial. Não é necessário ter a nacionalidade francesa.

Os projetos apresentados poderão ser redigidos em francês, em português ou em inglês.

Áreas prioritárias: Ciências Humanas e Sociais, Ciências Marítimas, Geociências, Biologia, Química, Engenharia Química, Saúde e Literatura Francesa.

O comitê franco-brasileiro, criado no âmbito deste programa, fará da seleção dos professores bem como o acompanhamento e a avaliação das cátedras.

 

Informações práticas :

 1) O projeto

Os candidatos deverão propor um projeto elaborado em parceria com um professor da universidade brasileira (professor anfitrião, responsável pelo projeto e pela cátedra) descrevendo as atividades de ensino e de pesquisa que serão desenvolvidas e informando as datas previstas para a estadia no Brasil. O projeto deverá obrigatoriamente comportar no mínimo uma palestra ou várias, destinadas ao público em geral ou uma atividade de divulgação científica. O Consulado geral da França no Rio de Janeiro poderá eventualmente solicitar ao professor convidado que intervenha, no âmbito de sua programação científica.

A apresentação do projeto deverá ser sintética (menos de 10 páginas).

 

Todas as candidaturas serão examinadas pela Diretoria de Cooperação Internacional da universidade que acolherá o candidato.

Os seguintes documentos deverão ser anexados ao dossiê de candidatura:

-Projeto

-Curriculum Vitae e cópia do passaporte válido do Pesquisador estrangeiro,

-Resumo do currículo “Lattes” do professor anfitrião brasileiro,

-Carta de anuência da Direção da Unidade Acadêmica da Universidade brasileira.

 

2) O professor responsável pela Cátedra

O projeto será apresentado pelo professor anfitrião à Direção da Unidade Acadêmica para sua anuência. O professor anfitrião, responsável pela Cátedra, compromete-se a participar do programa elaborado em conjunto e a garantir as condições necessárias de acolhida em função do programa de trabalho definido.

 

O comitê de seleção chama a atenção dos candidatos sobre a importância da elaboração conjunta do projeto pelo candidato e pelo professor anfitrião, especialmente no que diz respeito à escolha das datas da estadia, à logística necessária em função da natureza e das expectativas do projeto e à disponibilização dos recursos existentes em termos de comunicação ou de valorização das atividades conduzidas.

 

Enquanto permanecer no Brasil, as demandas do professor estrangeiro serão da responsabilidade do professor anfitrião, cabendo a Diretoria de Cooperação Internacional da UERJ e ao DEPESQ/SR2 viabilizar o pagamento da bolsa.

 

3) A escolha das datas

As estadias deverão começar obrigatoriamente entre setembro e dezembro de 2016. As datas informadas no projeto poderão ser modificadas excepcionalmente, dentro do período acima definido no ano de 2016. Os professores selecionados que desejem postergar sua vinda para o ano seguinte perderão automaticamente o benefício da seleção.

O comitê de seleção chama a atenção dos candidatos sobre as datas de estadia: estas devem ser escolhidas em comum acordo com o professor anfitrião em função do calendário brasileiro (fora do período de férias universitárias) e da disponibilidade dele, conforme seus compromissos assumidos no decorrer do ano, na universidade ou fora dela.

 

4) Os deveres do candidato

Cabe ao candidato a organização, de forma autônoma, de sua estadia no Rio de Janeiro.

 

No prazo de um mês, no final de sua estadia, os professores selecionados deverão fornecer um relatório de atividades às partes francesas e brasileiras. Eles deverão também completar e entregar o questionário de satisfação do programa das cátedras que lhes será enviado pelo Consulado da França.

 

Para que a comunicação seja frequente, os professores selecionados deverão sistematicamente informar ao comitê de seleção suas atividades públicas no âmbito do programa das cátedras, tais como palestras, seminários, debates de ideias, etc.

 

 

Calendário 2016 :

Os projetos deverão ser enviados até 20 de julho de 2016, último prazo, aos responsáveis pelas relações internacionais da universidade brasileira e ao Consulado Geral da França no Rio de Janeiro:

Para a UERJ, Professora Cristina Russi Guimarães Furtado: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Para o Consulado Geral da França no Rio de Janeiro, João Rampini e Julien Roques : O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.   O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

 

O comitê de seleção informará os resultados aos candidatos até 29 de julho de 2016. Uma lista complementar será estabelecida e comunicada aos interessados que serão contactados, em caso de eventuais desistências.

 

O comitê de seleção é soberano em suas decisões e os candidatos que apresentarem um projeto afirmam ter tomado conhecimento e aprovado as condições do presente programa, incluindo o anexo 2, que  informa as condições de estadia no Brasil.

 

 

Anexos

 

 

Anexo 1 : Tabela de equivalência

 

“Chargé de recherche”, “Maître de conférences”, non titulaire d’une HDR

Professor Doutor

“Chargé de recherche”, “Maître de conférences”, titulaire d’une HDR

Professor-associado (Livre-docente)

“Professeur des universités”,  “Directeur de recherche”

Professor titular

 

 

Anexo 2 : Informações sobre as condições de estadia no Brasil

 

Os professores selecionados deverão possuir todos os documentos administrativos necessários Eles deverão fazer um pedido de visto temporário de tipo científico (um visto temporário VITEM 1) junto ao Consulado Geral do Brasil na França, independentemente da duração de sua estadia no Brasil. Devem também fazer e financiar estas medidas administrativas, com antecipação suficiente para obterem o visto antes da data de partida.

 

O professor selecionado deverá fazer inscrição no CPF (cadastro de pessoas físicas) para que a UERJ possa viabilizar o pagamento da bolsa através de ordem de pagamento, junto ao Banco Bradesco no Brasil.

 

Os professores selecionados são responsáveis pela regularidade de sua situação no Brasil. Assim é fortemente recomendado obter o máximo de informações prévias sobre os procedimentos administrativos a serem efetuados junto ao Consulado Geral do Brasil na França.

 

Se a estadia implica em atividades de campo, os professores selecionados deverão IMPERATIVAMENTE discuti-las com o professor responsável pela cátedra a fim de prevenirem-se contra todas eventuais dificuldades administrativas.

 

Na medida do possível, a estadia na universidade brasileira será facilitada pela Diretoria de Cooperação Internacional e DEPESQ/SR-2.

 

A Diretoria de Cooperação Internacional da UERJ anuncia o resultado dos alunos pré-selecionados pela UERJ para participação na VII edição do Programa para o Fortalecimento da Função Pública na América Latina, oferecido pela Fundación Botín.

• Aline Damm da Silva Falcão

• Álvaro Carvalho Fernandes

• Carolina Pereira de Albuquerque

• Elisa Pontes Silva de Oliveira

• Lívia Mantuano Corrêa

Os alunos deverão recolher, as duas cartas referentes a anuência da UERJ. A inscrição deverá ser feita pelo aluno diretamente no site até o dia 16 de junho.

A Diretoria de Cooperação Internacional da UERJ anuncia a oportunidade para participação na VII edição do Programa para o Fortalecimento da Função Pública na América Latina, oferecido pela Fundación Botín, com sede na Espanha. O conteúdo do programa esta disponível no site www.fundacionbotin.org/contenidos-fortalecimiento/descripcion-del-programa-de-fortalecimiento.html

A UERJ indicará os estudantes de graduação e pós-graduação de qualquer área, habilitados a participar da seleção pela Fundación Botín.  Vale ressaltar que a seleção final é de competência unicamente da Fundación Botín.  

O curso será realizado entre 14 de outubro/2016 e 30 de novembro/2016, com formação na Espanha e no Brasil.  Os custos do Programa, translados, alojamento e manutenção serão cobertos pela Fundación Botín.

 

PERÍODO DE INSCRIÇÃO na DCI/UERJ:

31 de maio a 07 de junho/2016

 

Resultado dos alunos pré-selecionados pela UERJ:

09 de junho /2016 (disponível na DCI)

 

Os alunos pré-selecionados pela UERJ deverão recolher no dia 09/junho, as duas cartas referentes a anuência da UERJ. A inscrição deverá ser feita pelo aluno diretamente no site até o dia 16 de junho.  Portanto, os demais documentos exigidos pela Fundación Botin deverão ser providenciados pelos próprios alunos pré-selecionados.

Atentar para a documentação exigida pela Fundación Botín.

 

CONDIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO DO ALUNO:

1. Ser aluno de graduaçãoe pós graduaçãoda UERJregularmente matriculado e inscrito em disciplinas;

2. Ter idade entre 19 e 23 anos;

3. Quando de sua inscrição, ter integralizado, mais de 50% dos créditos obrigatórios previstos em seu curso;

4. Não ter ultrapassado o máximo de 90% dos créditos obrigatórios previsto em seu curso;

5. Para alunos da graduação, ter CR igual ou superior a 7,0 ou CR igual ou superior ao CR médio do curso e conceito A ou B para a pós graduação;

6. Ter domínio do idioma inglês e conhecimento do idioma espanhol.

 

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA ENTREGA NA DCI/UERJ:

- Histórico escolar para graduação disponibilizado pelo DAA ou declaração do Programa de Pós-Graduação com início e previsão de defesa da  dissertação ou tese;

- Certificado ou diploma de curso de inglês; ou de teste de proficiência com nível B1. Não será  aceita carta de professor particular.

A Diretora de Cooperação Internacional da UERJ, Profª Cristina Russi, recebeu no Teatro Odylo Costa Filho da universidade, na manhã do dia 12 de maio de 2016, os interessados em estudar na Europa e representantes das agências europeias que promovem a ida de alunos para lá. Às 10:30h, a Profª Cristina saudou os presentes e iniciou o evento chamando a Sub-reitora de graduação, Profª Tânia Maria de Castro Carvalho Netto, a qual cumprimentou os estudantes e felicitou a DCI e as agências presentes pela iniciativa. Logo após, a Profª Cristina Russi informou que o Study in Europe da UERJ recebeu 1.150 inscritos e instruiu aos interessados sobre os iniciais procedimentos para participarem dos programas de intercâmbio da DCI, que já conta com 205 convênios. Em seguida, houve o depoimento de quatro intercambistas que emocionaram a plateia ao compartilharem suas experiências:

 Profª Tânia Maria de Castro Carvalho Netto

Hanna Lyzzie Gomes Giglio (9º período de Direito) e Lisiane Masson Bastos (8º período de Letras) fizeram intercâmbio na Universidade de Jaén, na Espanha. Naiara da Conceição de Farias (9º período de Engenharia Química) participou do Programa Ciência sem Fronteiras no Athlone Institute of Technology, na Irlanda e Felipe Nunes Linhares, Doutor em Química, que estudou na Alemanha e obteve dupla diplomação (Brasil/Alemanha)

  Hanna Lyzzie Gomes Giglio   

 Lisiane Masson Bastos

 Naiara da Conceição de Farias

 Felipe Nunes Linhares

A primeira representante das agências a se apresentar foi Sarah O’ Sullivan, education consultant Brazil, da Education in Ireland. Os participantes ouviram que a Irlanda – uma nação com cinco milhões de habitantes em que o inglês é falado – é um lugar calmo com muitas construções parecidas com as da saga de Harry Potter, onde os policiais não usam armas, sendo possível conhecê-la em cerca de duas horas e ocupa o primeiro lugar no ranking de pesquisa em imunologia no mundo. Os estudantes interessados descobriram que podem passar até 7 anos estudando no país e que podem trabalhar 20 horas semanais para custearem suas despesas.

Simone Perez, education promotion da NUFFIC – Dutch Ministry of Education – deu continuidade ao evento falando das particularidades da Holanda, um país em que também o inglês é falado, nutre a tolerância e respeito pela diversidade e tem a bicicleta como principal meio de transporte. Os participantes ouviram  que o país possui um custo de vida barato e oferece praticamente todos os cursos de graduação, com exceção de educação física e gastronomia, áreas consideradas técnicas.

     

 

Os demais palestrantes foram:

João Marcos Rampini, assessor para estudos na França, representante do Campus France.

Dra Monica Heitz, professora convidada com apoio do serviço alemão de intercâmbio acadêmico, DAAD.

A partir das apresentações dos representantes do EURAXESS, os participantes bilíngues tiveram a oportunidade de praticarem a audição da língua inglesa:

Kathrine Vangen, Norwegian University of Science and Technology, Norway (Noruega)

Adam Molnar, Head of Department, International Relations

Bay Zoltan Nonprofit Ltd. For Applied Research, Hungary (Hungria)

Izaskua Lacunza, Head of International Projects Department

Spanish Foundation for Science and Technology

Finalmente, Conor O’Carrol, Scipol, Eu Steering Group on Researcher Careers and mobility encerrou o ciclo de palestras enfatizando o que todos os participantes falaram: o quanto a experiência de se viver e estudar em um outro país pode acrescentar tanto profissional como pessoalmente ao aluno.

Para mais detalhes sobre os programas das agências, disponibilizamos aqui no nosso site os slides apresentados pelos palestrantes.

Alemanha

Campus France

Espanha

Holanda

Hungria

Irlanda

Noruega Euraxess

Foi divulgado nesta tarde de quarta-feira, o resultado da seleção de bolsas de Jaén.

Abaixo os alunos contemplados:

• Jéssica Caroline Pessoa dos Santos

• Thaís Morais Corrêa Borges de Aguiar

Se realizará na cidade do Rio de Janeiro, Brasil, a 11 de Maio de 2016.

Esta conferência tem como principal objetivo a criação de oportunidades para Pesquisadores Europeus e Brasileiros trocarem conhecimentos e aprenderem entre si. Terá a presença de prestigiados oradores Europeus e de Brasileiros e será uma ótima oportunidade para os participantes da comunidade de Pesquisadores interagirem com líderes políticos de ambas as regioes, bem como com representantes do sector da investigação empresarial e desenvolvimento. No final da conferência terá lugar um coquetel de networking, permitindo assim aos participantes disporem de tempo adicional para discutirem potenciais colaborações.

A conferência terá lugar no Hotel Pestana Rio Atlântica. Será disponibilizado serviço de tradução simultânea entre inglês e português e vice-versa. Salientamos que a sua participação neste evento não terá qualquer custo.

Para confirmar a sua participação, por favor, registe-se no link http://euraxessbrazil-conference.eu/ .

Esperamos receber a confirmação da sua participação na conferência!

O Departamento de Cooperação Internacional da UERJ anuncia a abertura de Edital referente à bolsas de estudos para o Programa de Mobilidade na Universidade de Jaén, Espanha. As inscrições estarão abertas até dia 09 de maio de 2016.

OBJETIVO

Possibilitar aos alunos de graduação, regularmente matriculados, a oportunidade de cursar disciplinas na Universidad de Jaén no Programa de Mobilidade Acadêmica.

CONDIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO DO ALUNO

1. Ser aluno da UERJ regularmente matriculado e inscrito em disciplinas;

2. Quando de sua inscrição, ter integralizado, no mínimo, 40% dos créditos obrigatórios previstos em seu curso;

3. Não ter ultrapassado o máximo de 90% dos créditos obrigatórios previsto em seu curso;

4. Ter CR igual ou superior a 7,0 ou CR igual ou superior ao CR médio do curso;

5. Não ter participado de programa de intercâmbio da UERJ com mais de 6 meses de duração;

6. Nível de Espanhol correspondente a no mínimo DELE – B1 com comprovação.

DETALHES SOBRE A BOLSA

- Valor de cada bolsa: € 2,000.00 (dois mil euros), pagos em parcela única, pela Universidade de Jaén, após o registro do aluno na universidade acolhedora.

NÚMERO DE BOLSAS E ÁREAS

Serão disponibilizadas 02 bolsas para alunos de Graduação compreendendo as seguintes áreas:

CTC – Engenharia Mecânica, Química, Engenharia Civil, Engenharia Química, Engenharia de Produção, Engenharia Cartográfica, Estatística, Engenharia Elétrica, Informática, Engenharia da Computação.

CBIO – Biologia.

CCS – Administração de Empresas, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Direito, História e Serviço Social.

CEH – Psicologia, Letras-Inglês, Letras-Espanhol, História da Arte.

PROCEDIMENTOS PARA A CANDIDATURA

As candidaturas deverão ser apresentadas ao DCI – Departamento de Cooperação Internacional, no campus Maracanã, Pavilhão João Lyra Filho – R. São Francisco Xavier, 524 – sala T030/F, Maracanã. Telefone: 2334-0797. E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Home page: www.sr2.uerj.br/dci

CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO

Os interessados deverão cumprir, rigorosamente, as seguintes etapas para a inscrição:

PRIMEIRA ETAPA - SELEÇÃO

- Formalizar até o dia 09 de maio de 2016, a sua inscrição, junto ao DCI – Departamento de Cooperação Internacional, obedecendo os seguintes requisitos:

1) estar inscrito em 2016/1 pelo menos no 4º período e no máximo no penúltimo período do curso;

2) entregar o histórico escolar (ou Boletim de Aproveitamento Acadêmico emitido pela unidade), com CR igual ou superior a 7,0 ou CR igual ou superior ao CR médio do curso;

3) cópia do passaporte ou comprovante do agendamento;

4) currículo, com cópia dos documentos comprobatórios;

5) nível de Espanhol correspondente a no mínimo DELE – B1 com comprovação.

6) formulário online de inscrição disponibilizado no site do DCI impresso. Baixe aqui.

RESULTADO DA SELEÇÃO

O resultado será divulgado na página do DCI – www.sr2.uerj.br/dci - conforme especificado no cronograma neste edital. Após a divulgação do resultado, os alunos contemplados com a bolsa deverão apresentar os documentos necessários, inclusive o formulário de candidatura da IES estrangeira, para envio à Universidad de Jaén, conforme relacionado em documentos da Segunda Etapa.

SEGUNDA ETAPA – SOMENTE PARA ALUNOS CONTEMPLADOS

1) Preencher o formulário online da Universidade de Jaén.

2) Entregar o formulário impresso e assinado no DCI no período até 24 de maio de 2016.

CRONOGRAMA:

19/abril a 16/maio/2016 – Período de inscrição.

16/maio/2016 – Comitê designado pelo DCI e formado por representantes dos Centros Setoriais da UERJ avaliará as candidaturas entregues e indicará os 2 alunos a serem contemplados com a bolsa.

17/maio/2016 – Resultado com relação dos 2 alunos contemplados no site do DCI, a partir das 17h.

Até 20/maio/2016 –  Alunos preparam documentos.

25/maio/2016 – DCI envia documentos para a Universidade de Jaén.

Setembro/2016 a janeiro/2017 – Período do intercâmbio.

OBRIGAÇÕES E DIREITOS DOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS:

Os alunos selecionados para receber a bolsa deverão:

- cumprir todas as etapas para o seu afastamento para o intercâmbio, apresentando os documentos exigidos;

- concordar em cursar disciplinas na universidade de acolhimento, respeitando os procedimentos estabelecidos pela universidade;

- assumir o compromisso de manter comportamento condizente com a ética e a moralidade acadêmicas, observando as regras de convivência praticadas na instituição anfitriã e zelar pelo conceito da UERJ perante as demais instituições;

- não manter vínculo empregatício, outra bolsa acadêmica ou estágio remunerado e dedicar-se integralmente às atividades acadêmicas e de pesquisa;

- apresentar Relatório de Atividades desenvolvidas, até 30 (trinta) dias após eventual cancelamento ou término da vigência da bolsa;

- retornar ao Brasil, após o término da bolsa, para a continuidade e conclusão de seu curso;

- atender a todos os itens do edital.

Os resultados e as etapas de todo o processo de seleção devem ser acompanhados pelo site do DCI: http://www.sr2.uerj.br/dci

Edital completo aqui.

O Departamento de Cooperação Internacional da UERJ anuncia a oportunidade de candidatura para a obtenção de bolsa de estudos do Fundo de Solidaridade Internacional (FSI) para o Instituto de Estudos Políticos de Rennes, França.

A UERJ encaminhará as inscrições para a França. A avaliação e seleção são de competência unicamente do Instituto de Estudos Políticos de Rennes.

PERÍODO DE INTERCÂMBIO:

Setembro 2016 a maio 2017

BOLSA DE ESTUDOS:

Valor: entre 200 e 600 euros por mês

ÁREA DE ESTUDOS:

Grande área das Ciências Sociais e Humanidades: Economia, Direito, Ciências Políticas, Filosofia, Administração e Finanças, Letras, Comunicação Social .

CONDIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO DO ALUNO:

1.Ser aluno de graduação regularmente matriculado e inscrito em disciplinas;

2.Atender aos critérios sócio-econômicos estabelecidos pela Instituição Francesa;

3. Quando de sua inscrição, ter integralizado, no mínimo, 40% dos créditos obrigatórios previstos em seu curso;

4. Não ter ultrapassado o máximo de 90% dos créditos obrigatórios previsto em seu curso;

5. Ter CR igual ou superior a 7,0 ou CR igual ou superior ao CR médio do curso;

6. Não ter participado de programa de intercâmbio da UERJ com mais de 6 meses de duração;

7. Nível de francês correspondente a no mínimo Delf – B1 com comprovação.

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA:

- Formulário de inscrição preenchido em francês (baixe aqui)

- Carta de motivação em francês

- Curriculum vitae em francês

- Comprovante de rendimentos dos pais

- Comprovante de ajuda financeira, como bolsa Proiniciar dentre outros

O candidato ainda poderá incluir qualquer outro documento de comprovação de situação econômica de baixa renda.

PRAZO PARA ENTREGA DE DOCUMENTAÇÃO:

Os candidatos interessados deverão entregar a documentação no DCI até o dia 20 de abril de 2016.

Só serão aceitas candidaturas com toda a documentação exigida pela Instituição francesa.

Para participar é necessário que o interessado candidate-se para o intercâmbio normalmente como qualquer aluno da UERJ. Vide informações na página do DCI:

http://www.sr2.uerj.br/dci/index.php/intercambio/2013-04-19-11-10-50/alunos-uerj-graduacao

Como não há calendário específico para a candidatura às instituições canadenses, o interessado deverá consultar a IES de interesse e verificar a data para aplicação de sua candidatura nesta instituição e outras informações referentes ao ELAP.

http://www.sr2.uerj.br/dci/index.php/intercambio/universidades-para-intercambio

Lembramos que para apresentarmos sua candidatura à universidade canadense de seu interesse será necessária a apresentação prévia da documentação com antecedência suficiente para que sua candidatura seja aprovada pela Uerj e enviada à instituição estrangeira.

Ao entregar sua candidatura para o intercâmbio no DCI você incluirá aos seus documentos uma carta informando sua intenção de participação no ELAP.

Lembramos que as assinaturas exigidas nos formulários devem ser colhidas antes da entrega da documentação no DCI.

Tendo o aluno sido aceito na IES canadense conveniada à Uerj, poderá pleitear a bolsa divulgada pelo Governo Canadense.

Culturethèque - Sua Biblioteca Digital

Acesse: www.culturetheque.com

    

• English